O que é e como funciona a terapia sexual

Muita gente tem dúvida do que é e como funciona a terapia sexual e como ela difere de outros tipos de psicoterapias.


A terapia sexual é feita por um profissional especialista em sexualidade - o terapeuta sexual, ou sexólogo - e ela tem por objetivo buscar identificar as causas psicológicas que causam o sintoma. Quando feitas por um psicólogo especialista em sexualidade humana, as sessões não são muito diferentes de uma outra consulta de psicoterapia; a única diferença é que aqui o foco é a sexualidade, a vida sexual do paciente e suas questões.


A terapia sexual é altamente recomendada para quem está lidando com alguma disfunção sexual, especialmente porque muitas dessas disfunções têm causas psicológicas. Mas vale lembrar que mesmo quando a causa é orgânica, o emocional acaba ficando abalado, agravando a situação e vida sexual do indivíduo. Por isso o acompanhamento com um terapeuta é importante como parte do tratamento também.


Mas o terapeuta sexual não trata apenas quem tem questões com a saúde sexual. Uma pessoa que tenha qualquer fator psicológico interferindo na qualidade da sua vida sexual também vai se beneficiar das consultas.


Aliás, mesmo que a pessoa não saiba que há um fator emocional/psicológico relacionado, a terapia sexual ajudará no processo de descoberta e respostas.


O consultório é o lugar onde o paciente deve se sentir seguro e confortável para falar sobre suas questões sexuais, sejam elas histórias de traumas, abusos, tabus, religião, educação, dúvidas e assim por diante. A terapia vai auxiliar a fortalecer a confiança, trabalhar o repertório sexual, trabalhar travas, ansiedades e, claro, dar ferramentas para que o paciente tenha uma comunicação em sexualidade mais fluida, fácil, assertiva e natural, o que o ajudará muito em seus relacionamentos.


Como funcionam as sessões de terapia sexual


Durante as sessões, o profissional vai ajudar o paciente a entender os motivos psicológicos das suas questões sexuais, como por exemplo, o que pode ter causado a disfunção erétil, o vaginismo, a falta de desejo, dentre outras situações.


Parte do tratamento é feito em casa - o terapeuta sexual vai passar técnicas e exercícios que vão ajudar no processo de melhora.


As sessões normalmente são individuais, mas se houver uma parceria, ela poderá ser chamada para algumas sessões como parte do processo terapêutico.


A terapia sexual pode ser em casal também, caso haja alguma envolvendo ambos.


Seja individual ou de casal, o objetivo é melhorar a qualidade da vida sexual das pessoas - isso na verdade reflete em uma melhora geral na vida delas e na relação com sua própria sexualidade.⠀


Quando procurar uma terapia sexual


Fazer terapia sexual é super normal - ou deveria ser, afinal a sexualidade faz parte das nossas vidas desde sempre!


Então, quando houver alguma causa psicológica ou sintoma incomodando, procure um terapeuta sexual. A própria pessoa pode perceber isso, ou seu médico pode fazer a recomendação.


Um ponto importante: a terapia sexual não existe só para quem tem algum sintoma. Ela também é indicada para quem quer conhecer melhor o próprio corpo e viver melhor sua sexualidade e sua vida sexual.


Em outras palavras, em qualquer momento da vida em que tiver questões que envolvam qualquer aspecto da vida sexual/sexualidade considere buscar a terapia sexual. Pode ser por conta de uma disfunção sexual ou outro problema na saúde sexual, mas também questões com a identidade, dificuldades, traumas, travas, medos, inseguranças, problemas no relacionamento, dentre outros muitos fatores.


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo