Gênero não-binário

Atualizado: 16 de dez. de 2021

O termo "não-binário" vem sendo mais e mais usado. Mas muita gente ainda não sabe definir exatamente o que é.


Pessoas não-binárias são aquelas que sentem que não se encaixam dentro do que denominamos como gênero binário - ou seja, elas não se enxergam como sendo simplesmente do gênero feminino ou masculino. O gênero delas vai além dessas fronteiras de homem/mulher.


Mas para além disso, é até mais correto dizer que a não-binariedade engloba qualquer identidade que não se encaixe no gênero binário (masculino e feminino). Afinal, a experiência da sexualidade é extremamente diversa.


Como também não se identificam com o gênero de nascimento, as pessoas de gênero não-binário também estão abaixo do guarda-chuva de pessoas trans (assim como trans homens e trans mulheres).


Um ponto importante: eu não tenho que vestir saia para ser entendida como uma mulher cis, assim como homens cis não precisam usar calça para tal. Quero dizer que nem toda pessoa não-binária tem um estilo andrógeno. Isso é só estereótipo. Estamos falando de gênero, e não de como as pessoas se expressam.


Chega de colocar tudo dentro de caixinhas, não é mesmo? Ainda mais quando falamos de sexualidade!


Curiosidade: embora esteja se falando mais da não-binariedade há poucos anos, não é um gênero que nasceu agora. De fato, na história das antigas civilizações há relatos de povos originários das Américas, da Oceania e outros, que não se identificavam como sendo do gênero masculino e nem do feminino.


Somos plurais


Sempre é bom aprender um pouco mais sobre diversidade, afinal não somos iguais, somos plurais.

Então seguem algumas dicas para você aprender mais sobre o gênero não-binário:


1. Sex Education, Netflix

Na 3ª temporada a série traz Cal, um personagem de gênero não-binário. Não vou dar spoiler, só dizer que vale à pena assistir.


2. Não é sobre aparência

A pessoa pode se vestir de um jeito mais feminino ou mais masculino e só isso não vai dizer qual o gênero dela nem toda pessoa de gênero não-binário terá um jeito mais andrógeno de se expressar.


3. Tudo começa pelo respeito

Na dúvida de como se dirigir a uma pessoa, o melhor é sempre perguntar como ela prefere ser chamada (amigue, você pode se inteirar sobre a linguagem neutra!)


4. Todxs nós, HBO

A série traz uma protagonista não-binária, pansexual, que sente desejo por homens, mulheres, cis ou trans, binários ou não. O pano de fundo é a realidade de jovens brasileiros e como eles vivem sua sexualidade e identidade de gênero de forma muito mais fluida.




11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo